Imprensa

A capital baiana recebe uma inesquecível aula a céu aberto
 
Salvador, 07 novembro 2017 - Salvador novamente será palco do Rolé Carioca. Pelo segundo ano consecutivo, a capital da Bahia ganhará um rolé especial por suas ruas, monumentos e histórias. Consagrado como uma das melhores aulas a céu aberto sobre as cidades, o Rolé Carioca retorna aos passeios por outros municípios do país. Assim, no dia 18 de novembro, Salvador receberá a edição nacional do evento. O Rolé Brasil–Salvador, realizado pelo Estúdio M’Baraká com patrocínio da Estácio, manterá a mesma estrutura e perfil das cidades por onde já passou, como passeios descontraídos, olhares atentos para a história e arquitetura da cidade, professores especializados nos assuntos abordados e acesso gratuito. O passeio começará na própria Estácio, no Campus Fratelli Vita na Calçada, às 10 horas, e seguirá até a Igreja do Bonfim, em um rolé de, aproximadamente, duas horas.
 
Os passeios, elaborados pelos professores William Martins e Rodrigo Rainha, coordenadores do curso de História da Estácio, expõem fatos, personagens históricos, curiosidades, informações urbanísticas e arquitetônicas de cada região. Os professores prometem um passeio descontraído, e convidam para um rolé pela alma encantadora das ruas que tanto dizem sobre a identidade da cidade. Mas sempre com um olhar contemporâneo e linguagem coloquial, permitindo que o público se aproxime da história da cidade.
 
O objetivo do projeto é difundir a ideia de que a cidade é uma plataforma em constante construção, sendo a história um elemento importante para sua compreensão e potencial transformação. Acreditando neste premissa, a M’Baraká e a Estácio estendem o rolé a outras capitais do país, seguindo os passos da própria universidade, que nasceu no Rio e aos poucos ampliou sua presença em todo o território nacional.
 
Para a equipe do rolé, a cidade é um ambiente multidisciplinar e os passeios estimulam o diálogo entre a população, o espaço urbano, a memória e as potencialidades da cidade. Para o professor Rodrigo Rainha, coordenador de pesquisa do projeto, “são roteiros pensados para serem feitos a pé, onde os guias são professores e o público é levado a uma aula a céu aberto. A rua é a sala de aula. O quadro é a paisagem urbana e o papo é sobre história, geografia, cultura, arquitetura, urbanismos e meio ambiente... sobre a alma e a identidade da cidade”. Isabel Seixas, coordenadora do projeto, ressalta: “A cidade é o lugar da conversa. Ao dar a chance das pessoas se encontrarem entre si e com a cidade, cria-se uma pulsação, e assim forma-se uma interação com potencial de transformação. O encontro de moradores e visitantes com a cidade, sua história viva e em constante transformação é o objetivo do Rolé Carioca”.
 
Salvador
1] Estácio–Campus Fratelli Vita
2] Praça Irmã Dulce
3] Colégio Militar
4] Igreja do Senhor do Bonfim
 
Salvador – roteiro do passeio: O roteiro privilegia a região denominada ‘Cidade Baixa’ da cidade. Saindo da Estácio, Campus Fratelli Vita, na Calçada até a Igreja do Senhor do Bonfim, o rolé passará ainda pela Praça Irmã Dulce e pelo Colégio Militar. A Cidade Baixa é uma área banhada pela Baía de Todos os Santos formada por uma planície relativamente estreita ligada à Cidade Alta pelo Elevador Lacerda.
 
Salvador foi a primeira capital do Brasil, construída a partir de 1545 como cidade-fortaleza, destinada à administração colonial e comércio. Seu crescimento deu-se em dois planos: a Cidade Baixa, compreendida pelo Bairro da Praia com uma comprida rua que dividia o porto e as casas comerciais – e a Cidade Alta.
 
Os curadores / pesquisadores: 
Rodrigo Rainha: Coordenador das licenciaturas da Universidade Estácio no Rio de Janeiro, doutor em História Comparada pela UFRJ e professor-adjunto do Departamento de História da UERJ. Procura levar a história para além das paredes da sala de aula, indo às ruas e incentivando o aprendizado ao ar livre. Autor de “A Copa no Campo da História”, tem diversos artigos publicados no meio científico sobre História Medieval na Península Ibérica, e apresenta semanalmente o quadro “Rio: Você precisa conhecer” na Rádio Globo. É responsável pela pesquisa e produção de textos do projeto, além de ser um dos professores-guia nos passeios.
 
William Martins: É professor e coordenador de História do curso da Universidade Estácio e autor do livro “Paschoal Segreto: ‘ministro das diversões’ do Rio de Janeiro (1883 -1930)” (2014) e doutor em História pelo programa de pós-graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGHIS/UFRJ), fez mestrado em História Social pelo PPGHIS/ UFRJ (2004). É responsável pela pesquisa de conteúdos e textos para o projeto.
 
Patrocínio
 Sobre a Estácio: A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 47 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 500 mil alunos matriculados e uma estrutura de 5 mil colaboradores e 9 mil professores.
 
A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e à distância de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas, e também cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de mestrado e três de doutorado (Direito, Odontologia e Educação), oferecidos pela instituição, são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (Capes). São também desenvolvidos e ofertados pela instituição soluções de educação para empresas e cursos de extensão.
Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos alinhados com as necessidades do mercado de trabalho e a evolução profissional dos nossos alunos, e aposta na tecnologia e inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado. Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito de alto nível em uma cadeia totalmente sustentável.
 
Realização 
Sobre o Estúdio M’Baraká (Um-Ba-Ra-Ká): Criado por Isabel Seixas e Diogo Rezende, nasceu há 11 anos como uma produtora com foco na criação e planejamento de projetos culturais, misturando arte, estratégia e design. O estúdio desenvolve projetos múltiplos a partir da interação com profissionais de diversos segmentos artísticos ou de conteúdo, e se destaca por sua metodologia que envolve um criterioso atendimento às etapas de criação, pesquisa, planejamento estratégico e direção de arte. Desde 2013, a economista Larissa Victorio faz parte da sociedade. Os projetos do grupo se diferenciam e os sócios acreditam na criação de experiências relevantes que gerem conhecimento e valor para seu público.
Site: www.mbaraka.com.br
 
Serviço: 
Rolé Brasil–Salvador
Data: 18 de novembro
Ponto de encontro: Estácio–Campus Fratelli Vita
Horário: 10 horas
 
Informações:
Assessoria de Imprensa (Rio de Janeiro)
Mais e Melhores Produções Artísticas
Tel.: (21) 2208-5952
Paulo Almeida
e-mail: paulo@maisemelhores.com.br
Tel.: (21) 98197-5600
 
Assessoria de Imprensa (Salvador)
Qualidade.Com Marketing e Comunicação
Renato Barbosa Filho
e-mail: renato@qualidadecom.com
Tel.: (71) 2137-9890 / 99192-5807