Imprensa

Professora da Estácio FIB alerta para os cuidados na hora de declarar o imposto de renda
A expectativa para este ano é que 1.125.000 Declarações de Imposto de Renda Pessoa Física sejam entregues na Bahia
 
Os brasileiros têm até o dia 30 de abril para prestar contas à Receita Federal. A expectativa para este ano é que 1.125.000 Declarações de Imposto de Renda Pessoa Física sejam entregues na Bahia. A coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Estácio FIB, Neide Pinheiro, dá algumas dicas para ajudar os contribuintes a não caírem na malha fina.
 
A declaração de imposto de renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis com soma igual ou superior a R$ 25.661,70 em 2013 ou que recebeu rendimentos não tributáveis, ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.
 
Quem deseja antecipar a declaração já pode fazer o download do programa. Neste ano, a entrega deverá ser feita pela internet, através do Receitanet ou do aplicativo da Receita, para tablets e smartphones. Não serão mais aceitas declarações em disquetes.
 
De acordo com a professora, o contribuinte primeiro deve verificar qual o modelo de declaração é o mais adequado, o completo ou simplificado. “O modelo simplificado é o mais indicado para quem não tem muitas despesas para deduzir. Se o total de deduções ultrapassar 15.197,02, aí a declaração deverá ser feita pelo modelo completo”, afirma Neide.
 
Podem ser deduzidos do Imposto de Renda as despesas com educação que têm um limite individual anual de R$ 3.230,46. As deduções com dependentes têm um limite de R$ 2.063,64 por dependente, já os gastos com saúde podem ser deduzidos integralmente. “É importante ter todos os comprovantes das despesas dedutíveis declaradas, pois a Receita tem um prazo de cinco anos para pedir a comprovação destes valores”, alerta a coordenadora.
 
Comprovantes de pagamentos de previdência social (INSS) e previdência privada também devem ser reunidos. Se o contribuinte tiver comprado, em 2013, algum imóvel ou veículo, também precisará ter em mãos a documentação referente ao bem. “Mesmo que eles tenham sofrido valorização ou depreciação o valor a ser informado é o da aquisição”, lembra.
 
Outras despesas que também podem ser deduzidas são as contribuições com o INSS de empregados domésticos com carteira assinada, mas neste caso valem apenas para um único empregado e doações para entidades que possuem incentivos fiscais do governo.
 
Neide afirma que um dos erros mais comuns na hora de preencher a declaração é a omissão de rendimentos. “Se o contribuinte possui mais de uma fonte de renda, é necessário declarar todas, não somente a principal. É importante lembrar que todos os rendimentos do contribuinte e dos dependentes precisam ser declarados”, ressalta.